domingo, 13 de abril de 2014

Entre possibilidades e realizações a partir do TANGRAM



O tangram é um quebra cabeça chinês de sete peças que juntas formam o quadrado mágico. A partir desse quadrado a imaginação de cada um pode ganhar forma com várias combinações, desde uma casa a um castelo, letras, números, animais, barcos...enfim um mundo de possibilidades a partir de sete formas geométricas.

Como utilizar o Tangram nos atendimentos psicopedagógicos?

1. Conte a história do Tangram ao seu paciente;
2. Permita que o sujeito manuseie de forma livre as setes peças, inclusive que as reconheça;
3. Estimule-o a montar o quadrado mágico e caso perceba que existe uma grande dificuldade de executar essa ação, ofereça a referência, deixando-o bem a vontade para usá-la ou não;
4. Promova, a partir do momento anterior, uma reflexão sobre a importância das referências em nossa trajetória de vida, levando-o a refletir sobre sua trajetória;
5. Coloque as regras para se montar uma peça e ofereça alguns modelos( Exemplos na imagem acima);
6. Após o paciente ter montado sua primeira peça, solicite que conte uma história a partir de sua construção;
7. Ofereça o tangram de papel para que o paciente monte a peça confeccionada anteriormente e posteriormente cole-a  numa folha;
8. Após executado o passo anterior, sugira ao paciente que  complete com desenhos a cena que surge na história elaborada no passo 6.
9. O psicopedagogo deve mediar o processo, possibilitando ao sujeito um espaço de ressignificação de suas dificuldades, o desafiando de forma a promover confiança, sentimentos de realização e percepção de possibilidades para trilhar novos caminhos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...